Artigos
» Home » Educação » Artigos » O MUDA TUDO ENTROU NO PROJETO TATUÍ 2016!
O MUDA TUDO ENTROU NO PROJETO TATUÍ 2016!
setembro 2016



Quem mora no Rio e já comemorou pelo menos 3 décadas de vida sabe a diversão que era “catar tatuí” na praia. Para quem é um pouco (ou muito) mais jovem, aqui vai uma rápida explicação desse clássico carioca.

O tatuí é um mini crustáceo de uns 2 centímetros de comprimento, 10 patinhas, praticamente transparente, que vive principalmente nas praias, naquele lugar onde a onda bate, volta e deixa a areia molhada. Os tatuís aparecem exatamente no momento em que a onda volta, e é fácil localizar cada um pelo “burburinho” que ele faz debaixo da areia. São as antenas capturando microalgas que vivem em suspensão, sobre o mar. É fácil não. Era fácil...

Até a década de 90, era comum ver crianças com baldinhos na beira do mar coletando tatuís e fazendo gincana para ver quem conseguia capturar mais bichinhos, para depois, claro, devolvê-los ao meio ambiente. Hoje, o animal que era abundante em toda a orla do Rio está praticamente extinto. E um dos motivos é a poluição, que contamina o plâncton e deixa os bichinhos sem alimento (poluição fora o pisoteio exagerado em áreas de grande movimento como Copacabana). E hoje, a gincana é bem diferente.

No próximo dia 17 de setembro, o Instituto AQUALUNG, organização sem fins lucrativos que atua na área de preservação e educação ambiental, realiza a oitava edição do Projeto Tatuí de Limpeza de Praias. E o MUDA TUDO vai estar presente!

O evento foi criado pelo Instituto para chamar a atenção para a importância da defesa do meio ambiente e, em especial, dos animais marinhos.

Funciona assim: O AQUALUNG visita escolas e empresas durante meses, ressaltando a importância da educação ambiental, que muitas vezes acontece de filho para pai (e não ao contrário!). Cada instituição participante monta um time com várias duplas de pais e filhos, que se espalham pela praia e competem para ver quem recolhe mais lixo. A dupla vencedora leva um pingente de ouro em forma de Tatuí. E a deliciosa sensação de dever cumprido.

Este ano, o evento vai começar no sábado dia 17, às 9h00 da manhã, em frente ao Hotel J. W. Marriot e vai durar até as 13h00.

A data não é aleatória. Todo terceiro sábado de setembro é comemorado o dia mundial em prol da Limpeza de Praias e Rios.

A história do dia mundial nasceu assim: o australiano Lan Kiernan deu a volta ao mundo em um barco em 1987 e, quando voltou pra casa, contou como estava impressionado com a quantidade de lixo que encontrou pelo “caminho”. Do papo com os amigos, nasceu a ideia de realizar um evento para limpar o meio ambiente, nem que fosse somente o porto de Sidney. E em 1989, nasceu o CLEAN UP SIDNEY HARBOUR DAY. Já na primeira edição, o evento contou com 40.000 voluntários. Deu tão certo que os organizadores pensaram: “se podemos fazer isso aqui, o mundo todo pode fazer o mesmo!” Dito e feito. O primeiro passo para a internacionalização do evento foi a criação do CLEAN UP AUSTRALIA DAY e o número de voluntários envolvidos subiu para 300.000. Foi o que eles precisavam para chamar atenção dos Estados Unidos e conseguir o apoio da ONU, por meio do programa das Nações Unidas para o Meio-ambiente, o PNUMA. E em 1993, nascia o CLEAN UP WORLD, também chamado de INTERNATIONAL COASTAL CLEAN UP (ICC).

De uma ação local, criada a partir da ideia de um navegador, o evento virou a maior ação global para a limpeza do planeta, mobilizando hoje cerca de 35 milhões de pessoas em mais de 130 países. Inúmeros mutirões de pessoas que dedicam um dia do ano para recolher lixo da costa e dar um exemplo da importância de se trabalhar em grupo para a despoluição do meio ambiente.

Aqui no Rio, o Instituto AQUALUNG aposta no evento para conscientizar as pessoas sobre o impacto do lixo descartado por cada um de nós. E acredita que se educarmos nossas crianças (e adultos!), vamos ter um futuro mais limpo e melhor.

O MUDA TUDO apoia esta ação com muito orgulho e vai estar presente no dia 17, juntando esforços para promover uma mudança de atitude. Uma atitude sustentável. E, quem sabe, um dia a gincana vai ser de novo “catar tatuí em Copacabana”, como nos velhos tempos.
Se você quiser participar do evento, entre em contato com a gente. Para fazer parte, basta adquirir uma camiseta e ir para a praia com vontade de ser muito mais do que um. Porque um mais um é muito mais do que dois!

O INSTITUTO AQUALUNG

O Instituto Aqualung foi criado em 1994 (apesar de a marca existir desde 1986) e se tornou uma das mais atuantes organizações brasileiras na área de preservação do meio ambiente marinho e educação ambiental. O pessoal do Aqualung foi precursor de muitas acoes, quando pouco ainda se falava sobre o impacto do crescimento econômico nao sustentável no planeta. Em 89, eles fizeram uma parceria com o projeto TAMAR e proteger as tartarugas marinhas que estavam em risco de extinção por causa da pesca predatória. Na época, não havia lei defendendo a espécie e pescadores vendiam seus ovos e cascos por ai. Hoje, existem legislações para proteger a desova das tartarugas nas praias, mas existe um outro grande problema que ameaça a vida destes animais marinhos. A enorme quantidade de plástico que acaba indo para o mar. Cetenas de animais morrem todos os anos por confundir o material com alimento. E a tartaruga marinha é apenas uma espécie em risco.

Atualmente, o Instituto trabalha sobre 3 projetos próprios (além de dar apoio a projetos externos). O projeto Limpeza na Praia é um deles. Outra ação se chama Projeto Tubaroes no Brasil. Criado em 2005, o PROTUBA realiza campanhas para desmistificar a imagem assustadora de tubarões e mostrar para a sociedade o papel superimportantes destes animais na manutenção da equilibrio do ecossistema marinho.

O terceiro projeto que o Instituto gerencia é o Projeto Florestas no Brasil, que tem o objetivo de conscientizar a sociedade da importância da preservação das florestas. Alem de realizar acoes de educação ambiental, o Aqualung planta espécies nativas em ambientes desmatados.

Data: 17 de setembro, sábado
Local de encontro: Hotel Marriot - Av. Atlântica, 2.600, Copacabana (entre a rua Santa Clara e Figueiredo de Magalhães)
Horário: das 9h às 13h

Mais informações: www.institutoaqualung.com.br
www.facebook.com/Instituto-Ecológico-Aqualung
 


 


Telefones: (21) 3734-7618 / (21) 98464-7618